navbar

A amizade de dois comunistas: Paulo Evaristo Arns e Fidel Castro

O atual grande nome do esquerdismo no cristianismo brasileiro é sem dúvida Paulo Evaristo Arns, cardeal da CNBB. Leiam a carta escrita por Arns nos anos oitenta, e enviado diretamente para seu grande amigo Fidel Castro, publicado no mesmo ano no jornal oficial do Partido Comunista Cubano, Granma:

 

119_arnsletter04

119_arnsletter01
TRECHOS:

São Paulo, Natal de 1988
Queridíssimo Fidel
Aproveito a viagem de Frei Betto para lhe enviar um abraço…
(…)
A Fé cristã descobre nas conquistas da Revolução os sinais do Reino de Deus que se manifesta em nossos corações e nas estruturas que permitem fazer da convivência política uma obra de amor.
(…)
Entretanto, confio que [no Brasil] nossas comunidades Eclesiais de Base saberão preservar as sementes da NOVA VIDA que foram semeadas.
Infelizmente ainda não se deram as condições favoráveis para que se efetue o nosso encontro.
Tenho-o presente diariamente em minhas orações e peço ao pai que lhe conceda sempre a graça de conduzir os destinos da pátria.
Receba meu fraternal abraço nos festejos pelo XXX Aniversário da Revolução cubana e os votos de uma ano novo promissor para o seu país.
Fraternalmente,
Paulo Evaristo Cardeal Arns”

Fonte: http://www.traditioninaction.org/ProgressivistDoc/A_119_Arns-Fidel.html

email

, , , , , , , ,

  • Andre Roque Santos

    Infelizmente a ideologia marxista engana até os bons, ela traveste-se de justiça social para escravizar os povos e consegue ainda, por incrível que pareça, dissuadir a alguns que a olham de longe e professam ser de Cristo. Não devemos jogar D. Paulo Evaristo Arns na fogueira da história por essa falha, nenhum de nós é perfeito, e por outro lado ele tinha muitas virtudes, tenhamos amor e misericórdia em nossos corações e peçamos a Deus luz e discernimento para a Sua Igreja e para o nosso Brasil, amém.

    • Ricardo Luis Reis

      Cara, sábias palavras!

    • Kátia Medeiros

      Com certeza, ninguém é perfeito e o Marxismo iludiu e seduziu muitos homens e mulheres inteligentes que queriam o bem da humanidade!
      Dom Paulo era um Cristão, apesar deste affair com o Marxismo!!

    • HEPTANADA

      André.
      Como você sabe que a ideologia marxista é enganosa? Sua foto mostra que vc é ainda jovem. Como você conseguiu informações a ponto de ter tanta certeza que ela é também escravizante? Simples, né! As informações estão aí para qualquer um que tenha interesse em saber. E isto não é de agora, apenas em função de que Olavo de Carvalho e outros estão abordando o tema de uma forma mais ampla, tanto historicamente como também pelo desnudamento da presente realidade mundial. Qualquer um que tem pais ou avós que viveram na década de 60, poderia obter todas as informações básicas necessárias, para pelo menos, não acreditarem no Fidel, visto que diante das pavonices do Lula quase toda a nação se emburreceu. Jovens que foram “catequizados” nas universidades, eu até compreendo que devam receber maior compreensão. Mas Evaristo Arns? Naquela idade? Com uma bíblia na mão? De maneira nenhuma vai para a fogueira da história, onde descansam os esquecidos. Vai, sim, ficar vivo na história, como o grande incoerente (para ser generosíssimo na qualificação) que foi.

      • Paulo Anton

        Você realmente está sendo bem “querido” com o Arns.
        Duvido que, merecesse tanta consideração!
        O Arns mais o Frei Betto, mais aquele “pavão” do Boff, foram os responsáveis pelo declínio da Igreja Católica no Brasil a partir da década de 80, por apoiarem e serem os precursores da Teologia da Libertação, que tem por objetivo o término da Família tradicional, o enfraquecimento da fé em Cristo e permitir a abertura da Igreja; ou seja, misturar política com religião, incitando os fiéis politicamente em seus sermões populistas vulgares e com teorias de ideologia idiotizadora que funciona somente no papel.
        O resultado está aí hoje; jamais na história depois de Cristo, há tão poucos fieis do Cristianismo no mundo e jamais a Igreja perdeu tanto o foco no espiritual como neste momento histórico.
        Pelo que vemos por aí, este “emburrecimento” é geral. E infelizmente, vai ficar bem pior do que está…