navbar

A morte de Fidel Castro

15267643_902700943165243_8703921179386595323_n
A morte do sangrento ditador comunista Fidel Castro foi anunciada na noite desta sexta-feira (25/11/2016) por seu irmão, o atual ditador da ilha prisão de Cuba, Raúl Castro. Foram mais de 50 anos de ditadura com punhos de aço esmagando a população cubana e trazendo miséria e morte não somente para a ilha caribenha, mas todo o continente latino-americano.

Graça Salgueiro fala sobre os fatos mais marcantes envolvendo o tirano de Havana que ajudaram a escrever mais de meio século da trágica história latino-americana.

email

, , , , , ,

  • Luiz Afonso Barnewitz

    A elite cubana foi comandada por Fidel Castro, e agora é comandada pelo irmão dele, o Raul. Os piratas cubanos são duros de negócio. No passado, com a queda da URSS, os EUA poderiam ter tomado a ilha de Cuba, facilmente, e não quiseram fazê-lo. Se o futuro Presidente dos EUA Donald J. Trump trocar amabilidades com a Rússia, o Brasil, a Venezuela, e a Bolívia endireitarão. Cuba é só moeda de troca para a Rússia. As Farcs serão destruídas e o Uruguay deixará de ser um país narcotraficante. Então saberemos, quando os cubanos residentes nos EUA farão Charter Fly para reivindicar suas propriedades em Cuba, ou se as tropas americanas que partirem de Guantânamo serão recebidas de braços abertos, ou não, pelos cubanos, para tornarem CUBA num novo Porto Rico, sem tempo para os militantes comunistas cubanos darem um último e final banho de sangue na população cubana.