navbar

O golpe ditatorial de Juan Manuel Santos na Colômbia

Um dos maiores escândalos já ocorridos na Colômbia não é o espúrio acordo de Santos com as FARC, mas a prova cabal, revelada agora, de que Santos interferiu SIM nas últimas eleições presidenciais de 2014 em conluio com um coronel do G2 cubano, um almirante colombiano, responsável pela Direção Nacional de Inteligência, e dois hackers: um espanhol e um equatoriano que prestava serviços nessa organização de inteligência que só se reporta ao Governo.

Isso e muito mais no programa Observatório Latino, com Graça Salgueiro

email

, , , , , ,