navbar

Padre de 86 anos é decapitado por muçulmanos em missa na França

O padre de 86 anos foi decapitado por dois terroristas do ISIS gritando “Allahu Akbar”, após eles tomarem freiras e fiéis como reféns em uma igreja católica francesa: A polícia conseguiu neutralizar ambos os atacantes e procura por bombas na igreja

obslat-A-HIDRA-728x90

  • O Padre teve sua garganta cortada enquanto outro refém lutava pela vida após terrorista islâmico explodir uma igreja na Normandia, às 9h
  • Relatos dizem que um dos agressores gritava “Allahu Akbar”, enquanto atacava a igreja Vaticano condenou o assassinato bárbaro do padre de 86 anos e abre um inquérito anti-terror
  • Francois Hollande diz que os homens afirmavam ser do ISIS e o próprio grupo terrorista assumiu a responsabilidade pela atrocidade
  • Um dos terroristas vivia na região e tinha uma tornozeleira eletrônica após ter sido preso na França tentando viajar para a Síria em 2015

3699F17400000578-3708394-image-a-83_1469531738930

Um padre foi decapitado por dois terroristas islâmico do ISIS após atacarem uma igreja francesa e tendo freiras e adoradores como reféns antes de serem mortos pela polícia francesa.

Cinco pessoas, incluindo o sacerdote de 86 anos, duas freiras além de dois paroquianos sofreram um ataque de dois terroristas que invadiram a igreja em Saint-Etienne-du-Rouvray, perto de Rouen, na Normandia, às 9 horas dessa manhã de terça-feira.

O clérigo Jacques Hamel foi decapitado durante o ataque, enquanto outro refém sobrevivente está lutando pela vida no hospital.


Os dois atacantes foram neutralizados por atiradores quando eles sairam da igreja que agora está sendo revistada em busca de  explosivos. O presidente francês François Hollande disse que os homens afirmavam ser do ISIS, enquanto o grupo terrorista reivindicava a responsabilidade do ataque terrorista por meio de sua “agência de notícias”.
36998F4000000578-3708394-Two_men_armed_with_knives_took_several_people_hostage_at_Church_-a-79_1469531738480
Houve relatos de que os atacantes gritavam “Allahu Akbar” enquanto corriam pela a igreja, vestidos com roupa típicas islâmicas.

A igreja de Saint-Etienne-du-Rouvray era uma das igrejas católicas que estão em uma  ‘lista negra’ encontrada com um terrorista do ISIS em abril passado.
3699C0C400000578-3708394-A_priest_two_nuns_and_two_churchgoers_were_among_those_held_afte-a-77_1469531738476
Há também relatos de que um dos agressores era um residente local, que estava sob vigilância de tornozeleira eletrônica após ter sido preso na França tentando viajar para a Síria em 2015. Seus termos de fiança lhe permitiu ficar sem nenhuma supervisão da justiça durante as 08h30 – 12:30 – o ataque aconteceu entre 9h e 11 da manhã.
369A586700000578-3708394-image-a-89_1469535139506

Quem era o padre decapitado pelo Daesh? “Um homem bom”

Dois soldados do ISIS fizeram reféns esta manhã numa igreja da Normandia. Ataque acabou com a decapitação de uma das vítimas, um padre de 86 anos.

banner-600x300Era conhecido naquela região como “o Pai Hamel”, levava uma vida “simples e modesta”. Era, acima de tudo, “um homem bom”. É assim que a população local descreve a primeira vítima do sequestro levado esta manhã a cabo por dois soldados do ISIS, que acabou com a decapitação de um dos reféns, um padre de 86 anos que se chamava Jacques Hamel (à direita na fotografia).

Era ele quem ouvia os fiéis esta manhã na igreja de Saint-Etienne-du-Rouvray, algo a que já estava habituado há mais de 50 anos, até que dois homens armados com facas entraram no edifício. Nasceu em 1930 em Darnétal e, como refere o site da paróquia que servia, completou o jubileu de ouro (50 anos de serviço) em 2008.

“Era um padre muito corajoso para a sua idade. Os sacerdotes têm o direito de se aposentar aos 75 anos, mas ele ainda se sentia forte e, por não termos padres suficientes, ele quis continuar a servir”, contou um dos párocos da igreja à imprensa local, citado pelo Le Parisien.

Hamel tinha acabado de vir de férias. Estava a trabalhar de manhã e preparava-se para ir almoçar e voltar à tarde, porque, como descrevem os fiéis que o conheciam, “ele era um bom padre que sempre serviu as pessoas ao longo de toda a vida”.

Refira-se que Jacques Hamel foi um dos cinco reféns dos soldados do Daesh. Além dele, ficaram nas mãos dos jihadistas duas freiras e outros dois fiéis, sendo que Hamel é, até agora, a única vítima a registar do acidente, sendo que uma das outras 4 vítimas está em estado crítico.

Via https://www.noticiasaominuto.com/mundo/629015/quem-era-o-padre-decapitado-pelo-daesh-um-homem-bom

 

email

, , , , , , , , , , ,

  • Clauclau Clau

    Estranho que se 2 cristão entrarem armados numa mesquita e matar esses imundos, ai a midia cai em cima né… Passou da hora de chutar essa gente escrota do ocidente. Já deram mais do que provas que só querem implantar o caos.